COMO FAZER UM CHÁ


GILSON GIOMBELI
     
 

     Há várias formas de extrair as substâncias de uma planta medicinal. Pode-se extrair através da maceração, infusão, decocção ou tisana.

     Maceração: é um método de extração de substâncias através de um líquido em temperatura ambiente. Pode ser água ou álcool ou óleo;

     Infusão: coloca-se a erva num vasilhame adequado (não usar alumínio, plástico. De preferência usar inox, louça) e verter a água fervente em cima da erva. A água deve ser vertida bem lentamente e ao concluir tampar. Depois de 10 a 15 minutos coar e tomar morno. Para cada xícara de água usar uma colher de sopa de erva. Tomar de 3 a 5 xícaras por dia. Esta dose é para adulto.

     Obs. mulheres grávidas não devem consumir nenhum chá. Há risco de aborto. Há ervas que são altamente abortivas. Durante a lactação é preciso conhecer quais ervas consumir. Algumas ervas podem “secar” o leite. Outras podem causar problemas à criança.

     Eu gosto de fazer a infusão usando a garrafa térmica. Colocar a erva na garrafa. Verter a água fervente em cima bem lentamente. Ao concluir, fechar e deixar de 10 a 15 minutos, para plantas tenras (moles) como folhas ou flores e, para partes duras como sementes, cascas, raízes de 15 a 20 minutos.

     Decocção: neste método colocam-se as ervas no vasilhame e verte-se a água fria em cima da planta. O vasilhame vai ao fogo. Ferver de 5 a 10 minutos. Coar e tomar morno. Este método é para plantas duras ou partes da planta que são duras.

     Tisana: este método não é indicado para extrair substâncias. Consiste em colocar a erva na água fervente. Contudo, esta forma de fazer chá não deve ser utilizada.

 
 
 

Autor:
GILSON GIOMBELI - GIOMBELI@GMAIL.COM